domingo, 22 de abril de 2012

razão X emoção

Se você fosse escolher entre a razão e a emoção, qual você escolheria para viver? parece fácil responder não é? Tenho a mais absoluta certeza de que esta pergunta seja  talvez uma das mais difíceis de se responder; e a resposta mais coerente seria que as duas são muito bem vindas em nossas vidas, simples mortais. Lendo um pouco sobre este assunto não para escrever, mas, para buscar uma melhor orientação interior descobri fiéis defensores da razão e apaixonados defensores da emoção, e me intriga é observar que na pratica tanto aqueles que pregam a razão são emotivos e passionais, da mesma sorte que os pregadores da emoção quase sempre usam da razão para fazerem entender e são muitas vezes pragmáticos agindo com muita habilidade e sutileza deixando de lado a emoção súbita. Ou seja não dá pra confiar na emoção ela pode esconder uma armadilha e nem tão pouco na razão ela pode ser fria e destruidora. Vivemos numa linha tênue e imaginária andando sobre ela como se fossemos um malabarista na corda bamba e que o minimo de distração poderemos cometer um erro e este pode nos ser fatal por isso penso que cada um de nós precisamos muito da ação do espirito de Deus em nosso interior. O Apóstolo paulo escreveu na sua epístola aos Gálatas no capitulo cinco, verso dezessete sobre a luta da carne contra o espirito, a carne com a sua vontade é como se fosse a nossa emoção, e o espirito como se fosse a razão com a voz da consciência de sorte que jamais tomaremos uma atitude sem que um destes dois "senhores" seja aquele que estará no comando. Paulo ainda diz o que quero não faço e o que não quero isto eu faço, ou seja a guerra é real. O apóstolo falava tanto desta luta travada entre a emoção e a razão que ele faz uma afirmação bem interessante. Tudo me é licito, porém nem tudo me convêm, e quem vai determinar o que é licito e o que convém é a emoção ou a razão, a emoção sempre vai ser mais permissiva e a razão será comedida freando os impulsos. Não tenho a finalidade de terminar este assunto nem tão pouco ter a última palavra não sou psicologo, nem psiquiatra ou psico qualquer coisa o que eu sou é alguém que observa o comportamento das pessoas que estão a minha volta e percebo que todos nós independente de classe social, de filosofia ou religião estamos envolvidos com este tema tão complexo na vida humana. Gostaria tão somente de tranquilizar você que é uma dinamite de emoção ou um mar morto de razão, fique tranquilo Deus nosso Pai amoroso conhece você com suas razões e emoções e sabe exatamente como tratar com você e lhe compreende em todas as suas reações. Não se preocupe em querer ser como os outros desejam que você seja, seja você mesmo e siga em frente pedindo a Deus para ser o seu auxilio, o seu pastor você verá que a vida será mais bem vivida e aproveitada. quero deixar um versículo da palavra de Deus para você meditar abra a Bíblia agora e deixe esta palavra entrar no seu coração e o faça compreender que não é você quem vive mais Cristo vive em você. abra na Segunda carta de paulo aos Corintios 12.9. Que Deus te ilumine. Paz em Cristo Jesus hoje e sempre!!!!

Um comentário:

  1. Não consigo ver razão em nada que não haja emoção!
    Bom texto, Edson!

    ResponderExcluir