segunda-feira, 25 de julho de 2011

A HERANÇA MALDITA DE AMY

Todo mundo anda falando desta jovem morta que eu não conhecia, nem sabia que existia. Até porque a musica que eu curto só me faz elevar a alma, pensar na família, e em Deus e etc. Mais é claro que assisti diversas reportagens sobre a Amy. No dia da sua morte os meios de comunicação só falavam desta jovem de apenas 27 anos de idade, que sem duvida alguma levava uma vida irregular, na base daquele velho jargão, "sexo, drogas e "rock and roll" que tem levado precocemente muitos jovens a sepultura. Que ela foi para os seus fãs e seguidores um talento inquestionável disto eu não posso discordar, ora cada um faz a musica, o som que acredita e curte. Mais o grande questionamento que faço é desta jovem ter talvez o que a grande maioria dos jovens não tem OPORTUNIDADE. Vejam, ela com apenas 27 anos de idade alcançou sucesso em quase todos os países do mundo. Dinheiro ela tinha, fama ela tinha, Família ela tinha e acima de tudo o talento! porque as drogas? porque as bebedeiras? porque viver a revelia da vida? porque desprezar o próprio corpo e se entregar aos prazeres sem impor-lhes os limites necessários? A responsabilidade de sermos bons filhos, bons cidadãos bom qualquer coisa, é nossa! quantos jovens não teve a oportunidade que ela teve e se tornaram gente de bem, dando bons exemplos para a sua geração? Que droga é uma droga todo mundo sabe! o problema é que todos querem ser igual a Emy como se Emy fosse referência de boa conduta e de um ótimo caráter, o que não é verdade. Se você é jovem e tá lendo este post quero te dizer que boa conduta e bom caráter tem o seu pai, e a sua mãe. São neles que você precisa se espelhar e não em artistas indisciplinados que não sabem traçar nem o proprio caminho imagine os dos outros. A morte desta jovem só é mais uma dentre tantas outras que ainda acontecerão, pois os nossos jovens estão com esta herança maldita nos lombos, nas mentes e no coração, basta ver quantos jovens "heróis" morrem de overdose. A herança de Amy é desobediencia aos pais, bebida, sexo irresponsável, drogas, prostituição e uma rebeldia suicida onde o excesso dita as regras e a ordem. Qual é a diferença entre Amy Winehouse e o Matador da Noruega? pra mim nenhuma, é simples corrrelaciona-los ele matou de uma só vez jovens que deveriam estar agora com seus país ao redor da mesa e Amy mata lentamente induzindo jovens e adolescentes ao seu modo de vida esdrúxulo e suicida. Vale observar que, quem mais patrocina o tráfico e a violência são os filhinhos de papai e a Classe artística que se consideram "deuses, mitos, lendas" acham que estão acima do bem e do mal e são na verdade os maiores consumidores de cocaina e afins. Estes não precisam temer o inferno pois já estão nele. E quem segue estes infelizes indubitavelmente terão o mesmo fim. O que adiantou tanto talento se foi sufocado pelas drogas e não pode ser prosseguido, do que adiantou a fama se o álcool a levou a morte privando as pessoas de sua voz maravilhosa, o que adiantou o dinheiro se não lhe deu a chance de resolver o seu maior problema, a melancolia. definitivamente esta jovem deixou uma herança maldita não é exemplo a ser seguido pelos nossos jovens, isto é lamentável! Tenho três filhos adolescentes que graças a Deus estão longe desta influência maligna, e não são herdeiros desta HERANÇA MALDITA!!!

dedico este post a cintia amanda minha sobrinha que me pediu pra escrever sobre a morte de Amy

5 comentários:

  1. para mim não irá fazer falta ela nunca foi nem exemplo de musica q dirá a gente hehe se um dia realmente alguem tiver q lembrar dela no futuro espero q seja como um ser humano q nasceu e colheu o q plantou!!!

    ResponderExcluir
  2. Bom, acho que como um bom "evangelico" nao esta em nossas maos julgar ninguem pelo que ela fez ou deixou de fazer. Concordo que ela nao foi uma boa influencia para os jovens, isso e fato. Realmente ela jogou sua vida fora, e mal sabe ela o quanto sua vida custou caro, porque alguem morreu por ela, se sacrificou, sofreu no Getsemani, nosso Salvador, Jesus Cristo. Mas o fato e que ela era filha de alguem, tinha pais que a amavam muito, e vai ficar um vazio em suas vidas, assim como na vida de muitos pais, cujo jovens filhos seus que andaram pelo mesmo caminho que Wainehouse. Nao cabe a nos julgarmos, pensando assim que somos melhores que os outros, porque temos o evangelho, ou porque nossos filhos estao no caminho certo. Ela era filha de alguem, e sei que apesar de o Pai Celestial nao tolerar o pecado, ele com certeza ama com um profundo amor a sua ovelha desgarrada. Ela nao fara falta na vida de muitas pessoas, mas fara na vida de alguem, seus pais.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. obrigado LU pelo seu comentário. o que nós estamos julgando não é a pessoa mesmo porque não temos esta autoridade. mais sim as ações que culminaram na sua morte e que influencia muitos jovens e adolescentes. as palavras da minha filha ainda é imatura dá pra relevar por isso não quis censura-la por isso publiquei. Sei que Amy tem familia é lamentável nós vivermos uma realidade tão dura. Porêm quem mais deveria pensar na familia era a Amy e isto não aconteceu, ela não pensou no sofrimento da familia quando ela decidiu dar cabo a propria vida tão precocemente? LU vc já teve algum drogado na sua familia?? eu tive um tio e meu cunhado vc não imagina o quanto a familia sofre! vc não sabe a dimensão de envolvimento da familia e pode ter certeza que, a grande maioria dos viciados são gélidos, frios verdadeiros psicopatas não sabem a discernir o que é bom ou mal. não reconhece mãe, pai, amigo e a melhor forma mudara esta situação é combatendo as drogas é discordando de quem financia. Não posso critica-la como cantora, mais como pai de familia, e cidadão discordo totalmente de como ela tratou com a vida. nõs podemos discordar e criticar o politico corrupto, o assassino, o assaltante, e porque Amy era melhor? porque ela era cantora? artista? não podemos esquecer que para existir quem venda a droga, tem que existir quem compre, e ela era uma consumidora em potencial, ou seja ela financiava o narcotrafico, mesmo que indiretamente se for o caso. esta é uma realidade que temos que encarar ou então cadê nosso senso de valor? acredito que a mãe dela e seu pai sentem falta, Mais o que eles mais lamentam com certeza é de Amy não ter seguido as sua orientações, os seus conselhos. Deus amava Amy eu não tenho duvida nenhuma, mais a questão é que Amy amava a Deus? que possamos orar pela vida dos pais de Amy que com toda a certeza sofrem muito mais que nós com as nossas dores também. um abraço!!

    ResponderExcluir
  5. Nao tenho ninguem na familia com problemas de drogas, mas meu marido convive com jovens com problemas com drogas, e outros tipos de erros fatais, e acredite muitos que estao envolvidos nas drogas querem desesperadamente sair dessa, mas infelizmente para alguns e muito dificil sairem dessa vida, a ponto de os proprios pais desejarem que eles passem para o outro lado do veu para nao os verem mais sofrerem. Eu nao sei se Amy amava a Deus,pelo modo como vivia talvez nem acreditasse que existisse um, enfim...ela errou e errou feio, nao soube aproveitar ou nao teve pulso para aproveitar o talento que ela tinha, mas todos nos sofremos de alguma deficiencia que apesar de aparentemente parecer inofenciva acaba com sua propria vida e de outros, a deficiencia do amor, a deficiencia da compreensao, a deficiencia do orgulho, a deficiencia da cegueira espiritual, a deficiencia enfim, sao tantas, que e impossivel enumera-las, mas o que ensino aos meus filhos que nao julguem as pessoas pelo modo como vivem como agem, como se comportam, se conseguir fazer com que alguem mude, nossa, que alegria, mas se nao, ore por aquela pessoa. E nao estou falando so por causa da moca filha de alguem, mas estou falando de todos aqueles que sao criticados por serem "diferentes". Tambem tenho minha crenca, e sou grata por saber que nosso Pai Celestial ama incondicionalmente cada filho(a) Seu, Ele sofre quando erramos, Ele se alegra quando nos saimos bem e andamos em seu caminho, Ele nao nos ve como o mundo ve, e seus julgamentos sao justos. Eu tenho minhas deficiencias, e tenho minhas virtudes e qualidades natas de uma filha do Pai Celestial. Enfim, foi bom saber como as pessoas julgam umas as outras, isso me ajuda a me policiar e ver no que posso melhorar como ser humano, ninguem vem a essa terra sem passar por provacoes ou desafios, nem todos conseguem passar pela prova da vida, sejja ela qual for.

    ResponderExcluir